Sem Categoria

STF decide pela condenação do deputado Nelson Meurer

Filhos do parlamentar também foram condenados

Egina Becker Publicado em 29/05/2018, às 16h32

None
Condenado na Lava-Jato, ex-deputado Nelson Meurer morre vítima do coronavírus

Nesta terça-feira (29), em sessão na 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), com voto dos ministros Dias Toffoli, Ricardo Lawandowski, Edson Fachin e Celso de Mello e Gilmar Mendes, o deputado Nelson Meurer (PP-PR) foi condenado a 13 anos e nove meses de prisão, em regime fechado. O parlamentar foi o primeiro político com foro privilegiado a ser condenado pelo STF pela Operação Lava Jato e poderá recorrer da decisão.

Meurer foi denunciado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo a Procuradoria Geral da República, Nelson teria recebido mais de R$ 29 milhões em repasses mensais de R$ 300 mil, intermediados pelo doleiro Alberto Youssef.

Os filhos do parlamentar, Cristiano Meurer e Nelson Meurer Júnior, também tiveram maioria de votos a fim de se tornarem condenados da Lava Jato pelo crime de corrupção passiva. Conforme entendimento do STF, ambos ajudavam o pai receber vantagens indevidas periodicamente do ex-diretor da Petrobras, Roberto Costa.

O relator do caso, Edson Fachin, afirmou que a quebra do sigilo bancário do deputado comprovou os depósitos recebidos na conta corrente, todos incompatíveis com a renda do deputado.

Jornal Midiamax