Sem Categoria

Prefeitura irá gastar R$ 240 mil para repor fiação furtada

A Prefeitura de Campo Grande deve assinar nesta semana a ordem de serviço para o início da reposição da fiação subterrânea furtada da avenida Lúdio Coelho nos últimos dias. A reposição vai custar R$ 240,9 mil à Prefeitura e, para tentar dificultar novos furtos, os fios serão ‘enterrados’ em valetas de um metro de profundidade. Antes, a fiação ficava a apenas 40 centímetros da su...

Mylena Rocha Publicado em 09/07/2018, às 08h49 - Atualizado às 15h56

A avenida Lúdio Coelho foi algo de furtos de fiação e tem trechos no escuro há dias. (Foto: PMCG)
A avenida Lúdio Coelho foi algo de furtos de fiação e tem trechos no escuro há dias. (Foto: PMCG) - A avenida Lúdio Coelho foi algo de furtos de fiação e tem trechos no escuro há dias. (Foto: PMCG)

A Prefeitura de Campo Grande deve assinar nesta semana a ordem de serviço para o início da reposição da fiação subterrânea furtada em toda cidade, incluindo a da Avenida Lúdio Coelho nos últimos dias. A reposição vai custar R$ 240,9 mil à Prefeitura e, para tentar dificultar novos furtos, os fios serão ‘enterrados’ em valetas de um metro de profundidade. Antes, a fiação ficava a apenas 40 centímetros da superfície.

Devido ao furto, a iluminação está desligada desde então e deixa no escuto trechos da Lúdio Coelho e de outras avenidas que são corredores de acesso a diferentes regiões da Capital. O gerente de iluminação pública, Elionei Francisco, explica que pedirá apoio das autoridades para investigar os receptadores, já que é difícil fazer o flagrante de furtos como este.

A fiação da avenida Lúdio Coelho foi furtada em um trecho de quase dois quilômetros, na divida entre os bairros Bonança e Buriti. Já na avenida Ernesto Geisel, três quilômetros de fiação foram levados entre as avenidas Manoel da Costa Lima e rua Ezequiel Ferreira no bairro Aero Rancho, como informa a Sisep (Secretaria de Infraestrutura de Serviços Públicos). O mesmo problema acontece na Salgado Filho, sobre o viaduto Hélio Macedo.

Ainda segundo a Sisep, em janeiro deste ano foram roubados 7,3 km de fiação com um prejuízo de R$ 20 mil. “Foram levados 3 km de fios da rua Plutão; 2 km da avenida Eduardo Elias Zahran; 2 km da avenida Fernando Correa da Costa e 300 metros da Praça dos Imigrantes. A ação dos ladrões na esquina da Fernando Correa da Costa foi registrada por câmeras de monitoramento. Na Avenida Zahran foram duas investidas sempre aos finais de semana durante a madrugada”, afirma a Secretaria. Os ladrões vendem aos receptadores os fios de cobre por R$ 10 o quilo, revendido às indústrias pelo dobro do preço.

Prefeitura irá gastar R$ 240 mil para repor fiação furtada

Ao contrário do informado anteriormente, o valor não cobre apenas da troca da fiação na Avenida Lúdio Coelho, mas de todo material furtado nas avenidas da cidade.

Matéria atualizada para correção de informações às 15h16

(Com informações da PMCG)

Jornal Midiamax