Sem Categoria

Palmeiras tem gol mal anulado no fim e só empata com a Chape

O Palmeiras disputou sua primeira partida no Allianz Parque pela edição de 2018 do Campeonato Brasileiro durante a tarde deste domingo. Com um gol anulado de forma polêmica no último lance da partida, o time comandado pelo técnico Roger Machado ficou no empate sem gols contra a Chapecoense. Poupados, Jailson, Edu Dracena e Bruno Henrique […]

Diego Alves Publicado em 29/04/2018, às 18h06

None

O Palmeiras disputou sua primeira partida no Allianz Parque pela edição de 2018 do Campeonato Brasileiro durante a tarde deste domingo. Com um gol anulado de forma polêmica no último lance da partida, o time comandado pelo técnico Roger Machado ficou no empate sem gols contra a Chapecoense.

Poupados, Jailson, Edu Dracena e Bruno Henrique puderam ver pela televisão o Palmeiras chegar aos cinco pontos, figurando na sexta posição do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense, por sua vez, contabiliza apenas dois pontos, no 16º lugar.

Os dois clubes voltam a jogar pelo Campeonato Brasileiro apenas no próximo final de semana. Às 19h30 (de Brasília) de quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a Chapecoense visita o Atlético-MG. Já o Palmeiras, às 21h30 de quinta, visita o Alianza Lima, pela fase de grupos da Libertadores.

O Jogo – O Palmeiras teve mais posse durante o primeiro tempo, mas encontrou dificuldades para romper as linhas de marcação da Chapecoense. Na única boa chance criada pelo time catarinense, Amaral cabeceou com perigo para Weverton após cruzamento de Canteros.

O time mandante cresceu no final da etapa inicial e criou duas grandes oportunidades. Em uma boa trama do ataque palmeirense, Moisés tocou pelo alto para Dudu. O atacante matou a bola no peito e finalizou, mas o goleiro Jandrei salvou a Chapecoense.

Pouco depois, após bate rebate dentro da área do time catarinense, a bola sobrou para Borja, que chutou por cima. Palmeiras e Chapecoense chegaram a mandar a bola para as redes, mas a arbitragem comandada por Igor Benevenuto anulou os dois lances por impedimento.

Palmeiras e Chapecoense disputaram um segundo tempo sonolento no Allianz Parque. Diante de seus torcedores, o time da casa procurou pressionar para marcar o primeiro gol, mas foi incapaz de articular jogadas consistentes no campo de ataque e dar algum trabalho a Jandrei.

capaesportesfutebolbrasileiro série a

INT         Internacional     0 X 0      Cruzeiro              CRU

Brasileiro Série A – 19h00

CAM      Atlético-MG       1 X 0      Corinthians        COR

Brasileiro Série A – 16h00

CEA        Ceará    0 X 3      Flamengo           FLA

Brasileiro Série A – 16h00

PAR       Paraná  1 X 2      Sport     SPT

Brasileiro Série A – 16h00

4 eventos ao vivo

BRASILEIRO SÉRIE A

Palmeiras tem gol mal anulado no fim e só empata com a Chape

Newton Menezes / Gazeta Press

Bruno Ceccon

29 ABR 2018      18h03 atualizado às 18h26

separator5COMENTÁRIOS

O Palmeiras disputou sua primeira partida no Allianz Parque pela edição de 2018 do Campeonato Brasileiro durante a tarde deste domingo. Com um gol anulado de forma polêmica no último lance da partida, o time comandado pelo técnico Roger Machado ficou no empate sem gols contra a Chapecoense.

SAIBA MAIS

Veja a tabela e a classificação atualizada da Série A

Poupados, Jailson, Edu Dracena e Bruno Henrique puderam ver pela televisão o Palmeiras chegar aos cinco pontos, figurando na sexta posição do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense, por sua vez, contabiliza apenas dois pontos, no 16º lugar.

Os dois clubes voltam a jogar pelo Campeonato Brasileiro apenas no próximo final de semana. Às 19h30 (de Brasília) de quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a Chapecoense visita o Atlético-MG. Já o Palmeiras, às 21h30 de quinta, visita o Alianza Lima, pela fase de grupos da Libertadores.

O Jogo – O Palmeiras teve mais posse durante o primeiro tempo, mas encontrou dificuldades para romper as linhas de marcação da Chapecoense. Na única boa chance criada pelo time catarinense, Amaral cabeceou com perigo para Weverton após cruzamento de Canteros.

O time mandante cresceu no final da etapa inicial e criou duas grandes oportunidades. Em uma boa trama do ataque palmeirense, Moisés tocou pelo alto para Dudu. O atacante matou a bola no peito e finalizou, mas o goleiro Jandrei salvou a Chapecoense.

Foto: Newton Menezes / Futura Press

Pouco depois, após bate rebate dentro da área do time catarinense, a bola sobrou para Borja, que chutou por cima. Palmeiras e Chapecoense chegaram a mandar a bola para as redes, mas a arbitragem comandada por Igor Benevenuto anulou os dois lances por impedimento.

Palmeiras e Chapecoense disputaram um segundo tempo sonolento no Allianz Parque. Diante de seus torcedores, o time da casa procurou pressionar para marcar o primeiro gol, mas foi incapaz de articular jogadas consistentes no campo de ataque e dar algum trabalho a Jandrei.

Foto: Peter Leone / Futura Press

No momento em que trocou Borja por Deyverson, com Willian no banco de reservas, o técnico Roger Machado irritou alguns torcedores. Pouco depois, pensando em aumentar seu poder de fogo, o treinador cumpriu o desejo do público e promoveu a entrada do atacante no lugar de Lucas Lima.

Comandada pelo técnico Gilson Kleina, a Chapecoense conseguiu roubar algumas bolas do Palmeiras, mas praticamente não tentou contra-atacar e parecia satisfeita com o empate. No último lance da partida, Antônio Carlos chegou a cabecear para as redes após cruzamento de Dudu, mas a arbitragem marcou impedimento inexistente.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 x 0 CHAPECOENSE

Data: 29 de abril de 2018, domingo

Local: Allianz Parque

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Igor Benevenuto (MG)

Assistentes: Felipe de Oliveira (MG) e Ricardo de Souza (MG)

Público: 30.671 pagantes

Renda: R$ 1.749.825,94

Cartões amarelos: Diogo Barbosa, Dudu, Borja, Deyverson (PAL); Wellington Paulista, Rafael Thyere, Arthur Caike, Bruno Pacheco, Elicarlos, Amaral (CHA)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Lucas Lima (Willian); Keno, Dudu e Borja (Deyverson)

Técnico: Roger Machado

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas Silva, Rafael Thyere e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Márcio Araújo e Canteros (Luiz Flavio); Arthur (Guilherme) e Wellington Paulista (Leandro Pereira)

Técnico: Gilson Kleina

GazetaEsportiva / Foto: Alê Cabral

Jornal Midiamax