Sem Categoria

Polícia desarticula quadrilha que vendia sepulturas de forma ilegal

Parte das sepulturas, dos 10% que deveriam ser destinados ao sepultamento de indigentes era vendidas

Diego Alves Publicado em 13/01/2015, às 22h08

None

Parte das sepulturas, dos 10% que deveriam ser destinados ao sepultamento de indigentes era vendidas

A Polícia Civil do Rio desarticulou hoje (13) uma quadrilha que vendia ilegalmente sepulturas no Cemitério Jardim da Saudade, na zona oeste da cidade. Dezesseis pessoas foram identificadas, incluindo o administrador do cemitério. A operação foi deflagrada pela Delegacia Fazendária, sob o comando da delegada Tatiana Queiroz.

Parte das sepulturas, dos 10% que deveriam ser destinados ao sepultamento de indigentes e ao aluguel, era vendida por até R$ 20 mil. De acordo com a polícia, o golpe movimentava cerca de R$ 60 mil por dia. Os envolvidos também são suspeitos de negociarem sepulturas já ocupadas.

Eles poderão responder por apropriação indébita, formação de quadrilha, falsidade de documento, ideológica e fraude contra a fazenda pública.

Jornal Midiamax