Se a estreia de Felipe Massa na Williams na última quinta-feira já havia sido boa, o segundo dia do brasileiro na equipe britânica foi ainda melhor. O piloto fez o melhor tempo da sexta-feira no encerramento da primeira fase de testes da Fórmula 1 em Jerez de la Frontera, deixando a Ferrari de Alonso, a Mercedes de Hamilton e Rosberg e a McLaren para trás.

Massa conseguiu a liderança do dia com o tempo de 1min28s229, um tempo mais alto do que os registrados na sessão de quinta-feira, quando o estreante Kevin Magnussen, da McLaren, liderou com 1min23s276. O dinamarquês, nesta sexta, acabou batendo seu carro nos últimos minutos do treino e causou uma bandeira vermelha.

Apesar do bom resultado, é cedo para fazer qualquer prognóstico para a temporada, devido às mudanças de regulamento que fizeram todas as equipes iniciarem seus trabalhos do zero. A própria Williams, em sua conta no Facebook, fez questão de enfatizar isso. “Felipe Massa lidera por quase um segundo de diferença (Sim, nós sabemos, testes não sempre representativos)”, escreveu a equipe.

A parte da manhã teve a liderança de Fernando Alonso, com o tempo de 1min35s334, mas o destaque ficou por conta do alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que correu nada menos que 91 voltas em quatro horas de sessão, que novamente teste a pista molhada para testes de pneus da Pirelli.

O máximo que algum piloto já havia corrido nesta semana de testes foram 97 voltas, mas ao longo de todo o dia, e foi justamente Rosberg, na quarta-feira. O desempenho do alemão na primeira parte da sessão foi um pouco inferior ao de Alonso, virando pouco mais de um segundo e meio mais lento. Rosberg foi substituído por Lewis Hamilton na parte da tarde.

O treino da manhã também mostrou que as equipes que usam motores da Renault continuam sofrendo para dar confiabilidade aos carros. A Red Bull, atual tetracampeã, teve novamente problemas com o motor, buscou abrir um buraco na carenagem para auxiliar a refrigeração, mas se viu obrigada a retirar Daniel Ricciardo do teste antes do fim, completando uma semana terrível para a escuderia austríaca.

Com as sete voltas de Ricciardo, a Red Bull chegou a apenas 21 voltas completadas somando os quatro dias de testes em Jerez. Rosberg, sozinho, havia chegado a 188 voltas na semana logo no início da segunda parte dos testes desta sexta. Apesar disso, Ricciardo disse aos jornalistas após o treino que “não é necessário criar pânico”.

Caterham e Toro Rosso, também equipadas com motores Renault, deram juntas 53 voltas na manhã desta sexta-feira. Somando às sete voltas da Red Bull, o motor francês andou cerca de dois terços do que correu Rosberg.

À tarde, as equipes voltaram a trabalhar com pista seca, mas demoraram para reduzir os tempos. Com cerca de duas horas e 20 minutos da segunda parte da sessão, Fernando Alonso liderava com o tempo de 1min30s861, menos de cinco segundos mais rápido que na parte da manhã e mais de cinco segundos mais lento que o próprio rendimento na última quinta-feira.

O espanhol Daniel Juncadella, piloto reserva da Force India, foi o primeiro a superar o tempo de Alonso, baixando em cerca de 700 milésimos. Mas foi Felipe Massa quem conseguiu virar abaixo de 1min30s, assumindo a liderança da sessão a cerca de 1h20min do final do dia.

Alonso respondeu e fechou uma volta em 1min29s290, cerca de 0s100 mais rápido que Massa. Logo em seguida, o brasileiro da Williams conseguiu baixar a marca do espanhol e recuperar a liderança com o tempo de 1min29s023, antes de confirmar a ponta reduzindo a volta em quase um segundo.

Confira os tempos dos testes desta sexta-feira em Jerez

1 F.Massa (BRA/Williams-Mercedes) 1min28s229, 86 voltas

2 F.Alonso (ESP/Ferrari) 1min29s145, 115 voltas

3 D.Juncadella (ESP/Force India-Mercedes) 1min29s457, 81 voltas

4 K.Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 1min30s806, 110 voltas

5 L.Hamilton (ING/Mercedes) 1min30s822, 41 voltas

6 J.Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) 1min32s222, 25 voltas

7 A.Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 1min36s571, 69 voltas

8 N.Rosberg (ALE/Mercedes) 1min36s951, 91 voltas

9 K.Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) 1min43s193, 54 voltas

10 D.Kvyat (RUS/Toro Rosso-Renault) 1min44s016, 9 voltas

11 D.Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) 1min45s374, 7 voltas