Sem Categoria

Índio kaiowá é encontrado morto com dois tiros na cabeça em aldeia de Dourados

O guerreiro Carvalino Kaiowá, de 61 anos, foi encontrado morto com dois tiros na cabeça na manhã deste sábado (7). O corpo foi encontrado por dois jovens, próximo de uma aldeia de Dourados – cidade a 225 quilômetros de Campo grande – quando eles se dirigiam para o trabalho. Carvalino morava na área retomada Gwyrakambiy, […]

Arquivo Publicado em 07/06/2014, às 19h01

None

O guerreiro Carvalino Kaiowá, de 61 anos, foi encontrado morto com dois tiros na cabeça na manhã deste sábado (7). O corpo foi encontrado por dois jovens, próximo de uma aldeia de Dourados – cidade a 225 quilômetros de Campo grande – quando eles se dirigiam para o trabalho.

Carvalino morava na área retomada Gwyrakambiy, que fica na propriedade do fazendeiro Cícero Bastos.

Conforme informações dos indígenas, desde que a Força Nacional foi embora do Mato Grosso do Sul, devido à Copa, eles voltaram a viver cercados de episódios extremamente violentos.

Desde a última quinta-feira, o indígena Guarani-Kaiowá Anderson Vegas está desaparecido. Na semana passada, o cacique Expedito da Silva foi interceptado por uma caminhonete de cor vermelha e Valmir Guarani-Kaiowá, genro de Nísio Lopes, foi sequestrado, torturado e abandonado amarrado a uma árvore. Ele conseguiu se desamarrar e sobreviveu ao ataque de quatro homens encapuzados.

Jornal Midiamax