Sem Categoria

Homem é preso após tentar estuprar a namorada e quebrar toda a casa em bairro da Capital

Suspeito estaria embriagado e agrediu a mulher com socos e puxões de cabelo

Wendy Tonhati Publicado em 31/12/2014, às 15h05

None
imagem_de_destaque.jpg

Suspeito estaria embriagado e agrediu a mulher com socos e puxões de cabelo

Um homem de 41 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (31), suspeito de agredir, tentar estuprar a namorada e ainda destruir a casa onde os dois moram. O caso de violência doméstica aconteceu em um bairro da região norte de Campo Grande. A Polícia Militar foi acionada e prendeu o agressor.

Consta no registro da ocorrência, que a PM foi acionada pela vítima, por volta das 6h15, relatando que o namorado tentava estava tentando manter relações sexuais de forma forçada com ela. O suspeito, que estaria embriagado, teria agredido a mulher com socos no rosto e tentou levá-la, puxando pelos cabelos, até a casa da mãe dele, que fica do outro lado da via.

A vítima relatou que para se defender, pegou uma garrafa, mas o marido conseguiu tomar da mão dela. Ele tentou acertar na mulher, mas uma vizinha interferiu na briga e o suspeito quebrou a garrafa na própria mão.

O suspeito foi até a casa da mãe e pegou uma faca. Nesse momento, a vítima se trancou dentro do quarto. O suspeito então quebrou todas as janelas, a porta e diversos móveis e eletrodomésticos da casa.

A vizinha disse ao suspeito que chamaria a polícia e ele afirmou que mataria a mulher se os militares fossem acionados. Ele foi embora elevando a faca. Os PMs foram até o local, mas a vítima preferiu não registrar a ocorrência, pois achava que o marido não voltaria.

Após a saída da PM, o suspeito voltou com uma enxada, quebrou o portão, o banheiro e os telhados da casa. Os militares foram novamente acionados, o homem tentou fugir, mas foi preso.

O suspeito foi levado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Coronel Antonino. Ele foi encaminhado à Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher).

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa (violência domestica).

Jornal Midiamax