Sem Categoria

Governo do Estado oficializa em maio repasses de R$ 3 milhões a projetos aprovados no FIC

Será assinado em 6 de maio de 2014 os convênios para o repasse de R$ 3 milhões para os 80 projetos aprovados no Fundo de Investimentos Culturais (FIC). Os recursos contemplam expressões da produção de Mato Grosso do Sul, entre literatura, música, dança, folclore, artes cênicas, entre outros. O encontro vai reunir o governador de […]

Arquivo Publicado em 29/04/2014, às 16h43

None

Será assinado em 6 de maio de 2014 os convênios para o repasse de R$ 3 milhões para os 80 projetos aprovados no Fundo de Investimentos Culturais (FIC). Os recursos contemplam expressões da produção de Mato Grosso do Sul, entre literatura, música, dança, folclore, artes cênicas, entre outros. O encontro vai reunir o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli e o presidente da Fundação de Cultura do estado, Américo Calheiros.

Com o intuito de contemplar a produção cultural do estado em suas mais diversas manifestações, o FIC prioriza a circulação por todas as regiões sul-mato-grossenses como forma de ampliar o acesso do público e estimular a formação de novas plateias.

Na área da Literatura foram aprovados 13 projetos, que vão receber R$287.242,62; na música 19 iniciativas vão contar com R$ 617.225,47; na área do folclore, com seis projetos, o será destinado o valor de R$227.041,80. A formação cultural contará com R$ 152.925,00 em seis ações; as artes cênicas estão representadas por 26 projetos que juntos terão R$ 1.205,082,00. Na área de audiovisual cinco ações vão receber patrocínio de R$ 353.155,00. Dois projetos de museus e um de Arquivo vão ter R$ 114.041,73. Por fim, o artesanato do estado teve dois projetos aprovados e R$ 43.286,38 serão liberados.

Os projetos culturais beneficiam diretamente 20 municípios: Campo Grande, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rochedo, Coxim, Jaraguari, Gloria de Dourados, Fátima do Sul, Três Lagoas, Nova Andradina, Ivinhema, Pedro Gomes, Dourados, Inocência, Corumbá, São Gabriel, Corguinho, Guia Lopes, Ponta Porã e Paranaíba. Já indiretamente os projetos alcançam todas as regiões do Estado.

Jornal Midiamax