Sem Categoria

Operação Ágata já fiscalizou mais de 6,6 mil veículos

Em seis dias de atuação, a Operação Ágata 2 promoveu mais de 6.600 veículos, 36 apreensões por descaminho de roupas, bebidas e eletrodomésticos, e mais de 200 m³ de madeira semi-beneficiada . Houve ainda a aplicação de mais de R$ 500 mil em multas pelo Ibama; e apreensão 2 kg de maconha, na região de […]

Arquivo Publicado em 23/09/2011, às 20h53

None

Em seis dias de atuação, a Operação Ágata 2 promoveu mais de 6.600 veículos, 36 apreensões por descaminho de roupas, bebidas e eletrodomésticos, e mais de 200 m³ de madeira semi-beneficiada . Houve ainda a aplicação de mais de R$ 500 mil em multas pelo Ibama; e apreensão 2 kg de maconha, na região de Paranhos; e 400 gramas de cocaína, na região de Maracaju. Dois foragidos da justiça foram presos.


Foram montados 42 postos de bloqueio e controle de estradas, 3 de controle fluvial; além de realizadas 13 missões de vistorias aéreas com o emprego da Aviação do Exército e 4 (quatro) missões com o emprego da Força Aérea Brasileira. A Ágata já promoveu Ações Cívico-Sociais (ACISO) nas cidades de Dourados, Paranhos, Coronel Sapucaia e Porto Murtinho.


Ainda está previsto o emprego do Exército, em conjunto com a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), em 33 pontos nos municípios que fazem fronteira com o Paraguai, onde foi detectado foco de febre aftosa.


Por ser área de fronteira, Corumbá foi inclusa na operação. No município, são 350 homens do Exército distribuídos em três organizações, que são responsáveis pelas atividades de suporte terrestre. Já a Marinha, através do Comando do 6º Distrito Naval, emprega efetivo de 295 homens, distribuídos em seis navios. As embarcações permanecem realizando patrulha e inspeção naval 24 horas. Um helicóptero dá apoio às ações no Pantanal.


Jornal Midiamax