Sem Categoria

Novo primeiro-ministro da Grécia começa a buscar unidade nacional

O novo primeiro-ministro da Grécia, Lucas Papademos, começa sexta-feira (11) o trabalho de buscar a unidade nacional, para garantir a execução de um plano de austeridade que assegure ao país condições de pagar suas dívidas. Papapademos substitui Georgeo Papandreou, que deixa o cargo desgastado após sugerir a realização de um referendo para verificar se a […]

Arquivo Publicado em 11/11/2011, às 12h44

None

O novo primeiro-ministro da Grécia, Lucas Papademos, começa sexta-feira (11) o trabalho de buscar a unidade nacional, para garantir a execução de um plano de austeridade que assegure ao país condições de pagar suas dívidas. Papapademos substitui Georgeo Papandreou, que deixa o cargo desgastado após sugerir a realização de um referendo para verificar se a população apoia o plano de austeridade.

Papademos foi escolhido ontem (10). Com experiência na área econômica, ele foi duas vezes do comando do Banco Central grego e é professor no ensino superior. Inicialmente, Papademos pretende tentar a pacificação no cenário político para reduzir as diferenças entre os socialistas do Pasok e os conservadores do partido Nova Democracia (ND).

A posse de Papademos ocorre hoje também. Segundo ele, o esforço da Grécia é para ser mantida no grupo dos 17 países da zona do euro, sem riscos de exclusão. “Estou convencido de que a participação no euro é uma garantia de estabilidade monetária e um fator de estabilidade econômica”, disse.

Aprovado no mês passado, o plano de ajuda à Grécia contou com o apoio de todos os integrantes da zona do euro. Por ele, a Grécia terá acesso a um novo empréstimo, no valor de 100 bilhões de euros, reduzindo a dívida pública em 100 bilhões, e mais 30 bilhões de euros em garantias estatais. Em contrapartida, o governo grego terá reduzir as despesas públicas.

Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Jornal Midiamax