Educação: qual a importância do estágio obrigatório como capacitador profissional?

| 09/05/2022
- 09:21
Educação: qual a importância do estágio obrigatório como capacitador profissional?

Um dos pontos mais importantes da realização de um curso superior é o contato com o mundo profissional desde cedo, o que pode ser derradeiro para a preparação do profissional para o mercado de trabalho.

Isso ocorre através do contato direto com a parte prática da área em que o aluno está se graduando, conhecendo outros profissionais da área, participando de congressos, estudando citações para relatório e ao escrever um resumo sobre suas atividades.

Independente da área em questão, desde a enfermagem, passando pela pedagogia e até a administração, fazer um estágio curricular pode ser o diferencial na hora de obter um emprego em uma grande empresa, principalmente pela experiência prática.

Dois dos pontos mais importantes do estágio supervisionado, no entanto, são o domínio das normas ABNT e a capacidade de montar um TCC orientado pela linha de projeto de estágio.

Além disso, a realização de um relatório de estágio supervisionado é importantíssima para a obtenção de uma bolsa ao longo dos anos de pesquisa como estagiário e também para traçar um cronograma das atividades do projeto, outra habilidade importante.

Com isso, o relatório final de estágio supervisionado pronto é elemento extremamente importante para preparar o aluno para o mercado profissional. Mas quais são os outros pontos onde o estágio pode ajudar na trajetória profissional?

Networking, rede de contatos e oportunidades futuras

image 3 - Educação: qual a importância do estágio obrigatório como capacitador profissional?

Um dos primeiros pontos pelos quais os alunos pensam em começar a fazer o estágio curricular logo nos primeiros anos de faculdade é para ter contato prático com o curso superior em que escolheram e entender o papel do profissional que pretendem se tornar.

No entanto, a rede de contatos estabelecida nos anos de estágio pode ser um dos pontos mais importantes para o surgimento de oportunidades futuras ao aluno, através de participação de congressos e o contato com diversos pesquisadores da área.

Além dos congressos, há troca de conhecimentos entre laboratórios do mesmo departamento, confraternizações entre diferentes grupos de pesquisa e colaborações entre órgãos, grupos e diferentes laboratórios que criam projetos conjuntos.

O modelo de pesquisa realizado no Brasil, atualmente, favorece este contato entre diferentes grupos de pesquisa, diferentes laboratórios de diferentes universidades que muitas vezes realizam um trabalho conjunto em uma área de atuação comum.

Fora o networking com novos pesquisadores e grupos de pesquisa, o aluno pode ter contato com obras passadas na área, livros, artigos e até exemplos de relatório de estágio pronto de pesquisadores que já passaram por lá, podendo nortear sua pesquisa e seu relatório.

Desenvolvimento de um TCC e de relatórios de projeto

É um consenso praticamente geral que o estágio é o maior responsável pela capacitação prática dos alunos durante seus anos de graduação. Isso ocorre através da observação profissional e participação de uma equipe de pesquisadores.

Em uma rotina diária com doutorandos, mestrandos e outros pesquisadores da pós-graduação, o aluno aprende bastante das mais variadas áreas. Desde as responsabilidades nos laboratórios até processos específicos de sua área.

Inclusive, para realizar as maiores atividades práticas de toda a graduação, o TCC e os relatórios de projeto, o aluno precisa de um orientador e de um co-orientador, que geralmente são um professor e um pesquisador da pós-graduação, respectivamente.

Acompanhando estes pesquisadores, os alunos podem ter uma ideia de como escrever relatórios de maneira melhor, compreendendo a estrutura específica destes projetos, desde sua introdução até sua conclusão.

Portanto, para iniciar seu próprio projeto de pesquisa nada melhor do que acompanhar um modelo de projeto que já é realizado em seu próprio laboratório.

Desenvolvendo responsabilidades através da rotina

image 2 - Educação: qual a importância do estágio obrigatório como capacitador profissional?

Fora os pontos mais objetivos, há também alguns fatores mais subjetivos onde a realização de um estágio supervisionado pode ser importantíssima, como por exemplo o desenvolvimento de responsabilidades.

Muitos alunos ingressam na universidade com 17 anos e têm seu primeiro contato com a vida adulta logo nos primeiros anos de curso.

Portanto, fazer parte de um grupo e entrar para um estágio a fim de desenvolver uma rotina fixa pode ser extremamente importante para formação de um adulto responsável que saiba respeitar seus horários e trabalhar em equipe.

Desta maneira, ao longo de todos os anos de graduação, talvez o estágio supervisionado seja o ponto mais importante destes anos, sendo responsável por capacitar e trazer maturidade para o aluno.

Últimas notícias