Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS

Conforme informação das autoridades fiscais, o veículo transportando 33 toneladas de café em grão cru (arábico), procedente de Minas Gerais, ao ser abordado na última quarta feira no Posto Fiscal da BR 262, na cidade de Três Lagoas, apresentou notas fiscais que demonstravam que somente pequena parte da carga seria descarregada em Mato Grosso do […]
| 04/09/2020
- 21:34
Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação
Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação

Conforme informação das autoridades fiscais, o veículo transportando 33 toneladas de café em grão cru (arábico), procedente de Minas Gerais, ao ser abordado na última quarta feira no Posto Fiscal da BR 262, na cidade de Três Lagoas, apresentou notas fiscais que demonstravam que somente pequena parte da carga seria descarregada em Mato Grosso do Sul e que quase a totalidade do produto seria transportado até o estado de Rondônia.

Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação
No entanto, o Fiscal Tributário, em virtude do alto valor da operação e pelo grande desvio de rota até o destino final apresentado, após liberar o veículo para prosseguir , solicitou a Fiscalização Móvel que fizesse o monitoramento da saída do veículo do Estado.
Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação

Posteriormente, em nova abordagem na cidade de Ivinhema, os Fiscais Tributários da Fiscalização Móvel constataram que toda a mercadoria destinada para Rondônia havia sido descarregada naquela cidade.

Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação
Fiscais Tributários flagram operação fraudulenta e recuperam R$ 181 mil para os cofres de MS
Foto: divulgação

Diante da irregularidade efetuaram a autuação com a exigência do e de multa que totalizaram R$ 181 Mil.

“Essa é uma das muitas ações que fazemos diariamente. Sem a abordagem e a verificação física, o veículo poderia seguir vazio para o norte do país, retornar com nova carga de grão e o fisco jamais saberia desta operação fraudulenta. Por isso nosso trabalho vai além da auditoria de documentos para garantir a regular do Estado”, comentou o presidente do Sindifiscal-MS, Francisco Carlos de Assis.

Últimas notícias