TCU aponta 87 nomes de MS com contas irregulares e potencialmente inelegíveis

Candidatos com contas irregulares correm risco de impugnação
| 25/01/2022
- 22:12
Lista ajuda partidos a escolherem candidatos para eleições.
Lista ajuda partidos a escolherem candidatos para eleições. - Foto: Reprodução.

Em Mato Grosso do Sul, 87 pessoas foram apontadas com contas irregulares pelo TCU (Tribunal de Contas da União). Elas estão potencialmente inelegíveis para as Eleições 2022.

Segundo o relatório do TCU, as 87 pessoas somam 121 contas julgadas irregulares. MS é o estado com o segundo menor número de nomes listados pelo Tribunal.

O Estado fica atrás apenas do Espírito Santo, com 84 pessoas julgadas com irregularidades em contas. Conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), os partidos usam a lista como base para escolher candidatos com menos chances de impugnação.

Isso porque caso um candidato seja apontado com contas irregulares, pode ser alvo de petição fundamentada de outro partido e arrisca ser impedido de concorrer às eleições. A proibição de candidatos com contas irregulares é prevista pela Lei Complementar nº 64/1990.

Os dados foram atualizados pela última vez pelo TCU em 16 de novembro de 2020, porém a lista pode ter nova versão. Para conferir a lista completa de nomes apontados pelo TCU, clique aqui.

Veja também

Prefeitura de Aparecida do Taboado assinou 15º termo aditivo

Últimas notícias