Sem saldo, prefeitura de MS pagará vale-refeição na folha de pagamento

Vale-refeição e auxílio-alimentação tiveram seus saldos esgotados e Prefeitura de Três Lagoas fará mudança para manter benefícios
| 05/08/2022
- 14:20
Vale-refeição era pago por meio de cartão
Vale-refeição era pago por meio de cartão. (Foto: PMTL/Divulgação)

Decreto assinado pelo prefeito Ângelo Guerreiro (PSD), de Três Lagoas, a 334 km de Campo Grande, estabeleceu o pagamento de auxílio-alimentação e vale-refeição aos servidores municipais por meio da folha de pagamento.

O dispositivo foi publicado nesta sexta-feira (5) no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). A medida entrará em vigor em agosto e durará 5 meses – ou até a conclusão do processo licitatório para concessão dos benefícios ao funcionalismo.

Segundo informou a , os valores e a data de pagamento do vale-refeição e auxílio-alimentação serão os mesmos definidos por decretos municipais deste ano, cujos requisitos de concessão obedecem às regras estabelecidas na lei 2.870/2014 – que disciplina o pagamento dos benefícios no município.

Pagamento do vale-refeição parou por ‘esgotamento de saldo’

O atual serviço é realizado por meio da distribuição de fornecimento dos cartões. Conforme a assessoria da , o esgotamento do saldo acarretou a extinção antecipada do contrato vigente.

Com o decreto, espera-se dar continuidade ao pagamento do benefício, sem causar prejuízos aos servidores, durante a tramitação da contratação da nova empresa que oferecerá o vale-refeição e o auxílio-alimentação.

Veja também

A licitação é o complemento dos lotes divulgados nesta semana, que somam mais R$ 10 milhões

Últimas notícias