MPMS investiga 2 médicos por negligência após morte de paciente que não passou por ultrassom

| 18/04/2022
- 09:43
MPMS Hospital Municipal de Sete Quedas. Foto: A Gazeta do Conesul
Hospital Municipal de Sete Quedas. Foto: A Gazeta do Conesul

O MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) instaurou inquérito civil para investigar 2 médicos por eventual negligência, após a de uma paciente ocorrida em julho do ano passado, na cidade de Sete Quedas, a 459 quilômetros de Campo Grande.

As investigações estão sob responsabilidade da promotora de Justiça Mayara Santos de Sousa. O edital foi publicado no Diário Oficial do MPMS desta segunda-feira. Segundo os autos, os fatos tiveram início no dia 27 de julho, quando a vítima começou a passar mal.

Inquérito do MPMS

O marido relatou à Promotoria que a mulher chegou ao Hospital Municipal de Sete Quedas durante a madrugada, reclamando de fortes dores na barriga. Logo ao dar entrada, foi solicitado que a médica responsável pelo ultrassom examinasse o abdômen da paciente.

No entanto, o procedimento não foi realizado. Às 7 horas da manhã, outro médico assumiu o plantão e pediu para que a mesma médica fizesse o ultrassom na vítima, mas novamente não foi realizado. O marido diz que os médicos não deram a devida importância.

Mais tarde, às 15 horas, a situação piorou e a mulher precisou ser transferida para o de Ponta Porã, onde morreu na madrugada do dia 28. Consta que a médica que faria o ultrassom foi contratada para prestar este serviço como empresa.

Assim, foi instaurado o procedimento investigativo para apurar irregularidades dos médicos.

Veja também

Empresa que venceu licitação para pavimentação foi publicada nesta terça-feira (5)

Últimas notícias