Governador se reúne com empresa e cobra sobre gestão no Aquário do Pantanal

Sobre a gestão no Aquário do Pantanal, que deve ser naugurado até o final de março deste ano
| 27/01/2022
- 00:13
Divulgação
Divulgação

O governador (PSDB) se encontrou nesta quarta-feira (26) com a diretoria do Grupo Cataratas e cobrou um posicionamento da empresa sobre a gestão no Aquário do , que deve ser naugurado até o final de março deste ano.

O objetivo do encontro foi o de validar ou não o contrato de concessão para administrar o Aquário. Como a data da inauguração está próxima, o Estado  busca a validação do contrato.

O Grupo Cataratas, gestora de outros pontos turísticos no País, venceu a licitação de 2014 para conduzir o Aquário, e, agora, próximo da conclusão das obras, a administração estadual busca a validação do contrato.

O diretor executivo  do grupo, Pablo Mórbis, afirmou que o conselho da empresa se reunirá no próximo dia 7 de fevereiro para tratar da viabilidade do contrato. Antes da data, a empresa ainda irá enviar representantes para uma visita técnica no Aquário.

Caso a gestora decida por não manter o contrato, o governo de MS informa que assumirá a gestão por um ano, até outra empresa ser escolhida em nova licitação. "Se necessário for, vamos ter que criar uma estrutura para administrar o Aquário e abrir à visitação, até buscarmos uma nova empresa", disse o governador.

“Entregamos um relatório para a diretoria do grupo, que ficou impressionada com a organização da reta final das obras do Aquário. A entrega está prevista para março de 2022 e gostaríamos muito que ele fosse operado pela Cataratas, empresa que já tem expertise no assunto e está no Parque Nacional do Iguaçu (PR), em Fernando de Noronha (PE), no Cristo Redentor (RJ) e no AquaRio (RJ)”, destacou Reinaldo Azambuja após o encontro, realizado no Rio de Janeiro, onde estava estava acompanhado dos secretários (Infraestrutura) e Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico).

aquario DcGPkfU

Empreendimento

Até o momento, aproximadamente R$ 250 milhões foram aplicados no Aquário, de acordo com o secretário Eduardo Riedel. Apontado como um dos dos maiores viveiros de água doce do Brasil, o Aquário do Pantanal tem aproximadamente 19 mil m² de área construída e contará com 33 tanques em um volume de cinco milhões de litros de água.

"A empresa que assumir vai entrar num mercado que está com potencial de crescimento gigante. E nos próximos anos boas oportunidades vão surgir", pontuou Eduardo Riedel, destacando, ainda, que o espaço vai atender toda a população, atrair turistas, gerar conhecimento científico e trabalhar educação ambiental. 

 

Veja também

Empreiteira Via Magna vai executar a pavimentação em rodovia de Bonito

Últimas notícias