FPM repassou mais de R$ 164 milhões para municípios de MS em março

Repasses do FPM são feitos em três parcelas ao longo do mês
| 02/04/2022
- 09:19
Doação de terrenos
Campo Grande em imagem de cima. - (Marcos Ermínio, Jornal Midiamax, Arquivo)

O FPM (Fundo de Participação dos Municípios) repassou R$ 164.407.750,64 para os municípios de em março. O montante foi dividido entre as 79 cidades do Estado e depositado em três parcelas.

Na primeira parcela foram depositados R$ 89.719.926,58; R$ 16.894.012,25 na segunda; e R$ 57.793.811,81 na terceira.

Os dados são da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), que aponta crescimento de 18,2% nos repasses de março, em comparação com o ano passado. Assim, Campo Grande recebeu R$ 17.396.522,38 em março. Como capital do Estado, a cidade tem as maiores parcelas.

Dourados somou R$ 8.230.737,94 de repasses em março. O FPM enviou R$ 5.411.165,9 para Três Lagoas, terceira maior cidade do Estado.

A soma das três parcelas é de R$ 5.092.862,03 para Corumbá. Enquanto Ponta Porã recebeu R$ 4.774.558,16 em março.

Vale lembrar que os valores mencionados são brutos e ainda passaram por descontos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), Saúde e Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público).

Parcelas das cinco maiores cidade de MS

Município1ª parcela 2ª parcela 3ª parcela
Campo Grande9.493.559,181.787.610,756.115.352,45
Dourados4.491.644,71845.764,192.893.329,04
Três Lagoas2.952.959,37556.034,021.902.172,51
Corumbá2.779.255,88523.326,141.790.280,01
Ponta Porã2.605.552,39490.618,261.678.387,51
Fonte: CNM. Valores brutos.

FPM

O Fundo de Participação dos Municípios é uma transferência de recursos financeiros da União para os municípios de todo o Brasil. A quantia repassada é calculada de acordo com a população de cada município brasileiro e a renda per capita de cada estado. Ambos os dados são consultados por meio do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas).

Veja também

A audiência entre a União e governadores dos estados brasileiros terminou sem consenso

Últimas notícias