Prefeitura sanciona concessão de incentivo fiscal e doação de áreas a 43 empresas em Campo Grande

Projetos preveem investimentos de R$ 300 milhões e geração de 2 mil empregos
| 12/07/2021
- 15:30
Prefeitura sanciona concessão de incentivo fiscal e doação de áreas a 43 empresas em Campo Grande
Centro de Campo Grande. - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax, Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande sancionou, nesta segunda-feira (12), os 43 projetos de leis referentes ao (Programa de Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande) aprovados em junho na Câmara Municipal. São empresas que apresentaram processo para conseguir benefícios fiscais e, em alguns casos, terrenos para construção de empreendimentos.

Quando entregou à Casa de Leis, o município afirmou que, com os projetos do Prodes, a estimativa é de investimento de R$ 300 milhões e geração de 2 mil empregos. Além das 59 propostas levadas ao Legislativo, das quais, 43 foram sancionadas e as demais foram retiradas por falta de documentação, há medida sobre reformulação do Prodes.

Ainda sem aprovação, portanto, não está em vigor, a medida prevê que pedidos de incentivos fiscais básicos não mais passem pelo crivo dos parlamentares, enquanto projetos que preveem doação de áreas e benefícios acima de cinco anos, continuem.

Confira as empresas beneficiadas com o Prodes:

Com doação e incentivos fiscais: Amazônia Madeiras; Sementes Pastoforma; Ponzan Indústria e Comércio; Oxinal Oxigênio Nacional; Safe Life Distribuidora; Baker Indústria de Pães Congelados; AG-Mix Comércio de Ferro e Aço; Boiko Transportes e Logística; Brilhar Serviços Terceirizados; Wegg Engineering Construções; Construtora Rial; Dafla Termoplásticos; Resíduos Soluções Ambientais; Pedro Targino da Silva Júnior; Held e Held; Carvosul Comércio de Carvão e Lenha; Vladimar José Tomazelli; R.I Tecnologia; Art Irapuã Móveis e Decoração; Souto e Lima Mangueiras e Peças Automativas.

Veja também

Hospital pede recursos para abrir vagas para o SUS nessa especialidade

Últimas notícias