Política / Transparência

Por R$ 6,7 milhões, empresa leva contrato para limpeza do TCE-MS

Guatós Prestadora de Serviços Eireli já atende a diferentes órgãos públicos e apresentou proposta 20% inferior à previsão de gastos.

Humberto Marques Publicado em 01/02/2021, às 15h41 - Atualizado às 15h43

Sede do TCE-MS, em Campo Grande (Foto: Mary Vasques/Assessoria)
Sede do TCE-MS, em Campo Grande (Foto: Mary Vasques/Assessoria) - Sede do TCE-MS, em Campo Grande (Foto: Mary Vasques/Assessoria)

Licitação convocada ainda em 2020 para a contratação de serviços de limpeza e conservação, entre outros, para a sede do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) teve como vencedora a Guatós Prestadora de Serviços Eireli, que apresentou uma proposta 20% abaixo da cotação original da Corte de Contas.

A licitação teve valor máximo estimado em R$ 8.502.611,40. A Guatós, já conhecida pela prestação desses serviços a diferentes órgãos públicos –diferentes órgãos do Governo do Estado, por exemplo, já foram clientes da empresa–, apresentou proposta o valor de R$ 6.785.499,96, um desconto de R$ 1.717.111,44 em relação à proposta original, superando as outras 3 concorrentes (Total Administração de Serviços Terceirizados, Costa Oeste Serviços de Limpeza Eireli e Nova Aliança Empresa Limpadora Eireli).

O pregão presencial 12/2020 previu o registro de preço para a contratação de pessoa jurídica responsável pela “prestação de serviços continuados de limpeza, conservação, apoio administrativo e atividades auxiliares, com dedicação exclusiva de mão de obra exclusiva”. Além da mão de obra, a vencedora deve fornecer equipamentos, materiais e insumos necessários.

O resultado foi publicado nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial do TCE-MS, mas o resultado foi divulgado na sexta-feira (29).

Jornal Midiamax