Política / Transparência

Com azitromicina e ivermectina, Dsei licita R$ 3 milhões para saúde indígena em MS

Remédios vão abastecer unidades em Campo Grande e no interior

Renan Nucci Publicado em 30/07/2021, às 07h14

None
Foto Ilustrativa

O Dsei-MS (Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul) abriu licitação para aquisição de R$ 3.068.813,80 em medicamentos, ao longo de 12 meses, visando abastecimento de 14 polos base e três Casai (Casas de Apoio à Saúde Indígena). 

Ao todo, constam 109 itens de uso geral, dentre os quais azitrominicina, antibiótico aplicado no tratamento de várias infecções bacterianas, e ivermectina, usado no tratamento de infestações por parasitas, mas que foram “recomendados” pelo presidente Jair Bolsonaro, de forma controversa, para tratamento precoce da Covid-19. 

Detalhes do processo licitatório constam no Diário Oficial da União desta sexta-feira (30). O edital está disponível na Rua Alexandre Flemeling, nº 2007, Nova Bandeirantes, em Campo Grande, ou no link https://www.gov.br/compras/edital/257036-5-00020-2021. A entrega das propostas será até o dia 11 de agosto, pelo site www.gov.br/compras

Além dos medicamentos, o Dsei também licita  R$ 21.106,80 para compra de botijões de gás para atendimento das unidades em Campo Grande e os Polos Base de Amambaí, Antônio João, Aquidauana, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Corumbá, Dourados, Iguatemi, Miranda, Paranhos, Sidrolândia e Tacuru. Detalhes estão disponíveis neste link: https://www.gov.br/compras/edital/257036-5-00019-2021

Jornal Midiamax