Política / Transparência

Antropólogos atuarão em casos envolvendo crianças e adolescentes indígenas

Demandas envolvendo os interesses de crianças e adolescentes indígenas serão resolvidas com a participação de um antropólogo. Isso é o que assegura convênio firmado entre a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e o MPMS (Ministério Público de MS). O MP publicou edital de acompanhamento do convênio na edição de seu Diário Oficial desta sexta-feira (5). De […]

Danúbia Burema Publicado em 05/03/2021, às 08h58

None
(Fotos - Divulgação/Grupo Guavira)

Demandas envolvendo os interesses de crianças e adolescentes indígenas serão resolvidas com a participação de um antropólogo. Isso é o que assegura convênio firmado entre a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e o MPMS (Ministério Público de MS).

O MP publicou edital de acompanhamento do convênio na edição de seu Diário Oficial desta sexta-feira (5). De acordo com a publicação, a 17ª Promotoria de Justiça de Dourados será responsável por acompanhar o cumprimento do acordo.

Por ele, fica garantida a presença do profissional nas demandas das crianças e adolescentes indígenas e de povos tradicionais – que são as populações com culturas diferenciadas.

Os trabalhos serão supervisionados pelo promotor de Justiça Luiz Gustavo Camacho Terçariol.

Jornal Midiamax