Política / Transparência

Agesul suspende por 60 dias contrato de R$ 803 mil de reforma no Parque das Nações

Medida foi adotada para readequação do projeto; contrato será retomado posteriormente

Mayara Bueno Publicado em 16/07/2021, às 13h00

Parque das Nações Indígenas, na entrada pelo Museu das Culturas Dom Bosco; imagem ilustrativa.
Parque das Nações Indígenas, na entrada pelo Museu das Culturas Dom Bosco; imagem ilustrativa. - (Foto: Lucas Castro, Fundesporte, Arquivo).

O Governo de Mato Grosso do Sul paralisou contrato que prevê recapeamento do estacionamento do Marco (Museu de Arte Contemporânea), na entrada do Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. Segundo a assessoria da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), a interrupção é para realinhamento do projeto, que será retomado posteriormente.

Segundo divulgado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (16), a empresa, cujo contrato foi paralisado por dois meses, contados a partir de 24 de junho, é a Ar Pavimentação e Sinalização. A intervenção é de 'recuperação asfáltica e revitalização do estacionamento do Marco e Yotedy'.

O contrato de R$ 803,4 mil foi divulgado em 22 de fevereiro deste ano - a partir da ordem para começo, o serviço teria de ser executado em 120 dias. Quem anda pelo local nota crateras no estacionamento do parque, desde a entrada, para quem chega pela Rua Antônio Maria Coelho.

Jornal Midiamax