Política / Transparência

Prefeito entrega 10 leitos de UTI no Hospital do Pênfigo nesta segunda

Nesta segunda-feira (10), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), entrega 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital do Pênfigo, para pacientes com coronavírus. Para evitar aglomeração, a agenda é interna, segundo a assessoria do município. O objetivo é reduzir a pressão causada no SUS (Sistema Único de Saúde) pela pandemia. […]

Mayara Bueno Publicado em 10/08/2020, às 07h48 - Atualizado às 13h07

Leitos no Hospital do Pênfigo (Foto: Divulgação, Arquivo).
Leitos no Hospital do Pênfigo (Foto: Divulgação, Arquivo). - Leitos no Hospital do Pênfigo (Foto: Divulgação, Arquivo).

Nesta segunda-feira (10), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), entrega 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital do Pênfigo, para pacientes com coronavírus. Para evitar aglomeração, a agenda é interna, segundo a assessoria do município.

O objetivo é reduzir a pressão causada no SUS (Sistema Único de Saúde) pela pandemia. Além dessa informação, divulgada no sábado (8) pelo Governo de Mato Grosso do Sul, foi noticiado que MS está no limite da possibilidade de abertura de postos de atendimento por não haver mais especialistas disponíveis.

Campo Grande chegou, de acordo com boletim divulgado no domingo (9), a 13.075 confirmações da doença e 188 pessoas morreram em decorrência do coronavírus.

Além do Pênfigo, há a possibilidade de abertura de mais vagas no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, referência do tratamento da doença na Capital.

O aumento na ocupação de leitos de UTI, que agora é motivo ainda de divergências, fez com que a Defensoria Pública do Estado entrasse com ação na Justiça, para que Campo Grande seja obrigada a adotar o lockdown como medida para conter o avanço da doença.

Audiência na sexta-feira (7) foi feita para acordo, contudo, município e Defensoria saíram sem qualquer acordo e a cidade com as medidas flexíveis em vigor. Enquanto isso, número de óbitos e confirmações só aumentam.

Jornal Midiamax