Política / Transparência

Após 8 anos, ex-vereadores terão que devolver R$ 138 mil em salários irregulares

Ex-vereadores de Sonora, município que fica a 362 quilômetros de Campo Grande, terão que devolver aos cofres públicos R$ 138 mil recebidos indevidamente em seus salários. A decisão consta no Diário Oficial do  TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul). Pagamentos feitos a maior e concessão de diárias na mesma data […]

Danúbia Burema Publicado em 19/03/2020, às 17h56 - Atualizado em 20/03/2020, às 10h18

None
O Governo Federal decidiu encurtar a data limite de saque do abono salarial do PIS/Pasep de até R$ 1.045 pago para quem trabalhou de carteira assinada em 2018

Ex-vereadores de Sonora, município que fica a 362 quilômetros de Campo Grande, terão que devolver aos cofres públicos R$ 138 mil recebidos indevidamente em seus salários. A decisão consta no Diário Oficial do  TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul).

Pagamentos feitos a maior e concessão de diárias na mesma data das sessões estão entre as irregularidades apontadas em relatórios de auditorias feitas nos anos de 2014 e 2015, em relação a valores gastos pela Câmara no ano de 2012.

Pelas infrações, nove vereadores que receberam as quantias terão que devolver valores de cerca de R$ 6,8 mil cada. Em um dos casos, a devolução será de R$ 61 mil. Eles ainda podem recorrer da decisão, que está disponível no Diário da Corte de Contas de quarta-feira (18).

Jornal Midiamax