Política / Transparência

Empresas ganham mais prazo para se instalarem após receber benefício

As empresas beneficiadas com doação de terrenos em Campo Grande tiveram o prazo para instalar o empreendimento, após concessão de benefícios, ampliado. Lei complementar publicada nesta segunda-feira (8), no Diário Oficial do Município, aumenta de quatro para seis anos a obrigação de montarem o empreendimento. A legislação sofreu alteração está inclusa no Plano Local para […]

Richelieu Pereira Publicado em 08/04/2019, às 10h38 - Atualizado às 10h46

Prefeito Marquinhos Trad em reunião com empresários. (Foto: Denilson Secreta/Prefeitura)
Prefeito Marquinhos Trad em reunião com empresários. (Foto: Denilson Secreta/Prefeitura) - Prefeito Marquinhos Trad em reunião com empresários. (Foto: Denilson Secreta/Prefeitura)
Empresas ganham mais prazo para se instalarem após receber benefício
Prefeito Marquinhos Trad em reunião com empresários. (Foto: Denilson Secreta/Prefeitura)

As empresas beneficiadas com doação de terrenos em Campo Grande tiveram o prazo para instalar o empreendimento, após concessão de benefícios, ampliado. Lei complementar publicada nesta segunda-feira (8), no Diário Oficial do Município, aumenta de quatro para seis anos a obrigação de montarem o empreendimento.

A legislação sofreu alteração está inclusa no Plano Local para Qualificação Urbanística dos Polos de Desenvolvimento Econômico, de 2015. Neste plano estão as regras que buscam ordenar, planejar e incentivar o crescimento urbano dos polos industriais.

A mudança foi proposta pelos vereadores Vinicius Siqueira (DEM) e Júnior Longo (PSB) e foi justificada pelo prazo de quatro anos ser considerado curto e ser necessário sua ampliação.

“… O prazo estipulado para execução do empreendimento após a solicitação das concessões, se demonstra exíguo, visto a dificuldade notória enfrentada pelos empreendedores atinente às construções, frente à crise atual”, argumentaram os parlamentares.

A medida deve beneficiar principalmente as empresas favorecidas pelo Prodes (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social). A lei complementar foi sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD).

Jornal Midiamax