Política / Transparência

Baird consegue liberdade e todos os presos na 6ª fase da Operação Lama Asfáltica já deixaram prisão

O empresário João Roberto Baird e Romilton Rodrigues de Oliveira, pecuarista apontado pela Polícia Federal como ‘laranja’ estão soltos desde a última segunda-feira (10). Os outros dois presos na sexta fase da Operação Lama Asfáltica, André Luiz Cance e Antônio Celso Cortez, conseguiram liberdade no último dia 4. Todos os quatro réus presos na operação, […]

Evelin Cáceres Publicado em 12/12/2018, às 12h33 - Atualizado às 12h48

None

O empresário João Roberto Baird e Romilton Rodrigues de Oliveira, pecuarista apontado pela Polícia Federal como ‘laranja’ estão soltos desde a última segunda-feira (10). Os outros dois presos na sexta fase da Operação Lama Asfáltica, André Luiz Cance e Antônio Celso Cortez, conseguiram liberdade no último dia 4.

Todos os quatro réus presos na operação, no final de novembro, vão responder ao processo em liberdade. Advogado de Baird, José Wanderley Bezerra não concedeu detalhes do pedido de liberdade feito ao TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que corre em sigilo. Advogado de Antônio Cortez, Carlos Amaro afirmou que o empresário não é laranja de Baird e que a PSG é, de fato, empresa de Cortez.

“O meu cliente e o Baird não têm nenhuma relação. São apenas conhecidos há mais de 40 anos. Há 25 anos que a PSG é do Cortez. Ficou provado ao desembargador que a empresa de fato presta serviços ao governo do Estado. Não tem isso de ser somente de ‘fachada’. Tem pessoas trabalhando, que recebem para prestar um serviço que existe. Por isso o Cortez foi liberado”, afirma.

Computadores de Lama

Foram cumpridos no último dia 27 de novembro 29 mandados, sendo quatro de prisão preventiva e 25 de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias dos investigados e empresas investigadas na sexta fase da Operação Lama Asfáltica, denominada Computadores de Lama.

As cidades alvo da operação foram Campo Grande, Jaraguari, Dourados e Paranhos. Ao todo, 100 policiais federais, 17 servidores da CGU e 33 servidores da Receita Federal participaram da operação.

Em todas as fases da operação Lama Asfáltica, 57 pessoas foram denunciadas, entre elas o ex-governador do Estado André Puccinelli, que está preso desde julho deste ano em uma das fases deflagradas pela Polícia Federal. Foram presos preventivamente João Baird, Antonio Celso Cortez, André Luiz Cance e Romillton Rodrigues de Oliveira.

Jornal Midiamax