Política / Transparência

Prefeitura divulga valor pago ao Consórcio Guaicurus para vales de servidores

  A Prefeitura de Campo Grande publicou os novos valores pagos ao Consórcio Guaicurus para fornecimento de vales-transportes aos servidores municipais, lotados na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). De acordo com publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (3), o repasse do município para quatro empresas que compõem o Consórcio Guaicurus, Viaçã...

Ludyney Moura Publicado em 03/05/2018, às 09h28

Vale-transporte. (De Arquivo, Midiamax)
Vale-transporte. (De Arquivo, Midiamax) - Vale-transporte. (De Arquivo, Midiamax)

A Prefeitura de Campo Grande publicou os novos valores pagos ao Consórcio Guaicurus para fornecimento de vales-transportes aos servidores municipais, lotados na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

De acordo com publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quinta-feira (3), o repasse do município para quatro empresas que compõem o Consórcio Guaicurus, Viação Cidade Morena (Empresa Líder), Viação São Francisco Ltda, Jaguar Transportes Urbanos Ltda e Viação Campo Grande Ltda, será de R$ 1.095.005,00 (um milhão noventa e cinco mil e cinco reais).

O extrato revela que este é o primeiro aditivo ao contrato n.22, de abril do ano passado. Todavia, existem dois contratos n. 22, A e B, assinados em 3 de abril de 2017, e ambos tratam de demanda da Seges (Secretaria Municipal de Gestão), com valores que somando chegam a R$ 2,1 milhões, e não da Sesau.

Existe um contrato, de n.62, de agosto do ano passado, firmado entre município e Consórcio para atender a demanda da saúde, exatamente no mesmo valor publicado hoje. Assinam a publicação desta quinta-feira, o secretário de saúde, Marcelo Vilela, e o representante das quatro empresas, Robson Luis Strengari.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do município para saber se houve alguma inconsistência no termo aditivo, que foi publicado duas vezes no Diário de hoje, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria.

Jornal Midiamax