Prefeitura contrata consultoria por meio milhão para fazer levantamento de patrimônio

Empresa já foi contratada anteriormente pela Prefeitura de Corumbá
| 17/05/2018
- 15:21
Prefeitura contrata consultoria por meio milhão para fazer levantamento de patrimônio

A Prefeitura de Corumbá contratou uma empresa de Campo Grande por R$ 551 mil para prestação de serviços de levantamento patrimonial dos bens públicos do município.

O contrato foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (17), assinado pela Secretaria Municipal de Finanças de Corumbá. A empresa MKJ Assessoria Contábil foi a contratada para o serviço.

Entre os serviços a serem prestados estão a criação de um cadastro com catalogação de todos os bens móveis da Prefeitura, aplicação de plaquetas de identificação patrimonial, com código de barras e gestão por software.

A empresa já foi contratada anteriormente pela Prefeitura de Corumbá. Em 2016, a MKJ recebeu R$ 288 mil para prestar serviços de assessoria e consultoria técnica e jurídica em diversas áreas.

Empresa investigada

Segundo dados da Receita Federal, a MKJ tem como sócios Miguel Ângelo Lescano, ex-secretário de Finanças de Sidrolândia, além de João Batista dos Santos Filho e Milton Souto de Araujo Neto.

Em 2014, o MP-MS (Ministério Público Estadual) entrou com ação civil pública contra o ex-secretário de Finanças, Miguel Lescano, e o prefeito de Sidrolândia, Daltro Fiúza (MDB), por conta de irregularidades em contratos com empresas de assessoria e consultoria.

O órgão apontou irregularidades nos contratos que somam R$ 808 mil. Uma das empresas contratadas irregularmente foi a 2M Assessoria, empresa que deu origem à MKJ, com os mesmos sócios. Quem assinava os contratos da 2M era Milton Souto, sócio da MKJ.

Veja também

Pró-Cidades destinou mais de R$ 83 milhões para obras no Porto Geral de Corumbá, que terão mais R$ 4,3 milhões do município

Últimas notícias