Prefeitura suspende licitação para contratar empresa de cobrança

Processo foi aberto no fim de outubro
| 14/11/2017
- 00:48
Prefeitura suspende licitação para contratar empresa de cobrança

Processo foi aberto no fim de outubro

Processo licitatório aberto pela Prefeitura de Campo Grande no fim do mês passado para contratar empresa de cobrança foi suspenso nesta segunda-feira (13). 

O aviso de suspensão da concorrência na modalidade menor preço foi divulgado em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O documento é assinado pelo diretor-geral de Compras e , Ralphe da Cunha Nogueira, e pelo pregoeiro Mário Justiniano Filho.

Os motivos que levaram o município a suspender a licitação não foram divulgados. 

Cobranças

O secretário municipal de Finanças e Planejamento Pedro Pedrossian Neto informou em abril que a Prefeitura voltaria a terceirizar os serviços de cobrança de dívidas dos contribuintes, que somam R$ 2,6 bilhões. A empresa terá um call center para fazer ligações e mandas mensagens cobrando quem deve o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), por exemplo.

Prefeitura suspende licitação para contratar empresa de cobrança

RDM Recuperação

Após assumir, Alcides Bernal (PP) pagou R$ 1,2 milhão da dívida de R$ 4,7 milhões que a administração municipal mantinha com a RDM, que acabou fechando as portas e demitindo 85 funcionários.

A Prefeitura alegou que a empresa não teria realizado o que afirma ter cobrado nesses R$ 3,2 milhões restantes. Um inquérito civil foi instaurado, à época, para analisar a situação.

A RDM, por sua vez, sustentava que desde 1º de dezembro de 2012 não recebia do município pelo contrato 392, celebrado em 2009. A prefeitura alega que a RDM recebeu R$ 1 milhão a mais em 2011.

 

Veja também

A informação consta no Diogrande desta segunda-feira

Últimas notícias