Emha chama entidades para construção de 1.004 apartamentos na Capital

Projeto é financiado pelo Minha Casa, Minha Vida
| 17/04/2017
- 18:18
Emha chama entidades para construção de 1.004 apartamentos na Capital

Projeto é financiado pelo Minha Casa, Minha Vida

A Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande) abriu nesta segunda-feira (17) um chamamento público para selecionar entidades organizadores interessadas na construção de 1.004 apartamentos pelo programa Minha Casa, Minha Vida – Entidades. As chamadas foram divulgadas na edição extra do diário oficial da Prefeitura.

A construção foi dividida em cinco partes para construções no Jardim Paulo Coelho Machado,  Jardim Canguru, Jardim Antarctica, Bairro Leblon, Bairro Centro Oeste e Jardim Portal das Laranjeiras.

Os editais estarão disponíveis entre os dias 17 e 18 de abril, no horário comercial. No dia 18, a retirada poderá ser feita apenas pela manhã. O programa é financiado pelo governo federal e tem como agente operador a Caixa Econômica Federal. 

No ano passado, a Prefeitura de Campo Grande aderiu ao modelo de construção de moradias por meio de mutirões organizados por ONGS (Organizações Não-Governamentais), durante a gestão de Alcides Bernal (PP), por um convênio com a Morhar Organização Social, no valor de R$ 3,6 milhões para construção de 300 casas populares e sob regime de mutirão.

A ONG não funcionava no local informado e teria deixado de cumprir grande parte do convênio firmado. Moradores, que teriam sido treinados com perspectiva de pagamentos, nunca teriam recebido e o caso foi encaminhado por vereadores ao Ministério Público Estadual. 

Veja também

Licitação foi dada como fracassada no Diário Oficial da União

Últimas notícias