Política / Transparência

Defensoria de MS vai pagar quase R$ 2 milhões à Imagetech para serviço de TI

Fundo do órgão vai custear despesas

Ludyney Moura Publicado em 13/12/2017, às 11h59

None

Fundo do órgão vai custear despesas

A Defensoria Pública-Geral de Mato Grosso do Sul vai gastar quase R$ 2 milhões no custeio de serviço de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) a serem executados pela empresa Imagetech Tecnologia em Informática Ltda.

De acordo com publicação feita no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (13), o contrato terá valor total de R$1.788.000,00 (um milhão e setecentos e oitenta e oito mil reais), com duração de 12 meses.Defensoria de MS vai pagar quase R$ 2 milhões à Imagetech para serviço de TI

A Imagetech será responsável, conforme o contrato, pelo ‘Fornecimento de solução envolvendo hardware, software, assinaturas de atualização, serviços de instalação, treinamento, customização e serviços de suporte em otimização de tráfego em rede WAN, incluindo os equipamentos necessários e suficientes para a prestação dos serviços’.

Ainda segundo a publicação, o dinheiro usado para pagar a empresa é oriundo do Funadep/MS (Fundo Especial para o Aperfeiçoamento e o Desenvolvimento das Atividades da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul).

Assinam o contrato, pela defensoria a servidora Julia Fumiko Hayashi Gonda e o empresário Arthur Affonso de Barros Marinho, pela Imagetech, que  já presta serviços de TI para outros órgãos estaduais, como as secretarias de Fazenda e Educação.

Jornal Midiamax