Política / Transparência

Prefeitura muda prazo para empresas participarem de licitação de R$ 13 milhões

Compra é de merenda escolar

Midiamax Publicado em 08/08/2016, às 12h24

None
merenda_escolar_0.jpg

Compra é de merenda escolar

A Prefeitura de Campo Grande publicou hoje aviso ampliando de 9 para 18 de agosto o prazo para empresas interessadas em fornecer merenda escolar ao município participarem de pregão presencial na modalidade registro de preços. A mudança, segundo explica adendo ao edital inicial, publicado hoje, é para alteração de um dos itens, que não foi detalhada.

O valor envolvido, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande, é de R$ 13 milhões. Dentre os itens citados, estão frutas, frango, peixe, gelatina e achocolatado.

Nessa modalidade de licitação, as empresas registram os preços e, quando há necessidade, a prefeitura faz a compra. Para participar do pregão presencial, as empresas devem comparecer à Cecom (Central Municipal de Compras e Licitações) que fica no prédio da Prefeitura, no Paço Municipal, na avenida Afonso Pena.

Polêmicas e investigações

A merenda escolar é assunto frequente de polêmicas em Campo Grande. No ano passado, o MPE (Ministério Público Estadual) abriu investigação após 600 quilos de carne terem sido encontrados sem condições de consumo. Uma ação foi movida depois disso, cobrando da Prefeitura uma série de providências, incluindo até cardápio on-line para ser consultado pela comunidade.

Existe uma outra licitação em curso, que prevê a contratação de uma empresa terceirizada para a preparação da merenda. Essa licitação, avaliada em R$ 43 milhões, teve irregularidades constatadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), que pediu a alteração do edital, aberto no dia 12 de julho. Essa alteração ainda não foi publicada.

Jornal Midiamax