Política / Transparência

MPE vai investigar atos de improbidade administrativa na Prefeitura

Inquéritos civis foram publicados em Diário Oficial

Ludyney Moura Publicado em 26/02/2016, às 15h39

None
mpms.jpg

Inquéritos civis foram publicados em Diário Oficial

Uma denúncia anônima levou o MPE (Ministério Público Estadual) a abrir um inquérito civil para apurar ‘eventual ato de improbidade administrativa’ cometido pela gestão do prefeito Alcides Bernal (PP).

A investigação vai apurar supostas irregularidades na prestação de serviço de educação infantil nos Ceinfs (Centros de Educação Infantil, como a falta recreadoras, nas salas que atendem crianças de 2, 3 e 4 anos e ausência de Guardas Municipais na maioria das unidades.

Um outro inquérito civil vai apurar ‘eventual ato de improbidade administrativa ocorrido, em tese, no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais, concernente à irregularidades tais como fundos de investimento que estariam sendo ofertados para vários RPPS por intermediários financeiros ou sob a gestão e que também apresentavam maior risco de liquidez e crédito’.

Um terceiro inquérito, que atende um requerimento do próprio prefeito Alcides Bernal, também vai investigar ‘eventual ato de improbidade administrativa praticado, em tese, na Prefeitura Municipal de Campo Grande’, não mais detalhes deste processo. 

Jornal Midiamax