Política / Transparência

MPE-MS investiga suposta irregularidade em cedência de médica a hospital

Médica é filha de Adalberto Siufi

Evelin Cáceres Publicado em 21/10/2016, às 15h56

None
alfredo_abrao.jpg

Médica é filha de Adalberto Siufi

O MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) instaurou um inquérito civil para apurar possível irregularidade na cedência da servidora Rafaela Moraes Siufi Silva feita pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande) à Fundação Carmen Prudente de Mato Grosso do Sul – Hospital do Câncer Alfredo Abrão. A divulgação do ato foi publicada no diário oficial do órgão desta sexta-feira (21).

A médica é filha de Adalberto Abrão Siufi, que era o diretor-geral do Hospital do Câncer, e dono da Neorad, empresa que prestava serviço de radiologia e quimioterapia à unidade. O médico e mais cinco pessoas se tornaram réus por estelionato, associação criminosa e peculato após o escândalo da Máfia do Câncer.

​Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha é o promotor de Justiça da 30ª Promotoria do Patrimônio Público, responsável pelas investigações da cedência. 

Jornal Midiamax