Governo paralisa obra de R$ 2,3 milhões iniciada há seis anos

Ampliação de esgoto em Douradina terá paralisação de 120 dias
| 07/06/2016
- 15:56
Governo paralisa obra de R$ 2,3 milhões iniciada há seis anos

Ampliação de em Douradina terá paralisação de 120 dias

O Governo do Estado paralisou mais uma vez as obras de ampliação da rede de esgoto de Douradina a 194 quilômetros, que utiliza recursos do PAC/ (Programa de Aceleração do Crescimento), financiados pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde). A paralisação deve durar 120 dias, conforme o termo de paralisação divulgado nesta terça-feira (7) no Diário Oficial do Estado.

A obra foi iniciada ainda na gestão do ex-secretário de Obras Edson Giroto, em 2009, sendo previsto o valor máximo estabelecido de R$ 2.386.508,35. Em março de 2010 a obra teve uma prorrogação de prazo por mais 420 dias, e em agosto de 2011 sofreu mais um termo aditivo de 180 dias.

As obras começariam a ter paralisado por falta de recursos. Em 2012, a Funasa liberou mais R$ 175 mil em investimentos no município para que a ampliação de esgoto voltasse a ser realizada. A empresa contratada para os serviço foi a Construtora JLC Ltda.

Mais um termo aditivo de contrato foi celebrado em fevereiro deste ano entre o responsável pela empresa, Jorge Lopes Caceres, e o ordenador de despesas da Agesul, Ednei Marcelo Miglioli, dando prazo de mais 90 dias para conclusão das obras. O termo de paralisação do contrato publicado hoje foi assinado antes do término da extensão do prazo, ainda em abril. O Diário Oficial não trouxe o motivo das paralisações.

(Sob supervisão de Evelin Araujo)

Veja também

O Governo Federal, Estados e municípios estão impedidos de aumentar os gastos com publicidade antes...

Últimas notícias