Política / Transparência

Empreiteiras recebem R$ 6,8 milhões do Estado para construir seis pontes

Três empreiteiras executarão as obras

Joaquim Padilha Publicado em 24/10/2016, às 11h58

None
rio_brilhante_ponte_de_madeira.jpg

Três empreiteiras executarão as obras

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) irá investir R$ 6,8 milhões na construção de seis pontes de concreto em municípios no interior do Estado. Os valores foram divulgados em extratos publicados no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (23).

Quatro das pontes serão construídas pela mesma empreiteira, a Comercio e Industria Brasileira de Estruturas e Pre Moldadas Ltda. Pelas quatro construções, a empresa receberá pouco mais de R$ 4,2 milhões. O prazo para execução das obras varia de 150 a 180 dias.

A empreiteira será responsável pela construção de uma ponte de concreto armado de 28 m sobre o Rio Jogui, em Amambaí, uma de 22 m sobre o córrego Cedilha, em Tacuru, uma de 12 m sobre o córrego Gramado, também em Tacuru, e a maior de todas, de 120 m, sobre o Rio Brilhante no município de mesmo nome.

A quinta ponte, e também a segunda maior, será construída pela Construtora Ferreira Ltda, por R$ 1,9 milhão, e terá extensão de 88 m sobre o Rio Amambaí. A empreiteira deverá executar as obras em 150 dias, a contar da expedição de ordem pela Agesul.

A última ponte será construída pela Atrativa Engenharia Ltda, por R$ 765 mil, e terá extensão de 14m sobre o córrego Damacuê, em Bela Vista. A obra também tem prazo de execução de 150 dias.

(Sob supervisão de Ludyney Moura)

Jornal Midiamax