Política / Transparência

MPE apura suposto acúmulo de cargos no Hospital Universitário e Sesau

Ministério Público converteu em inquérito civil o procedimento preparatório que havia sobre o caso

Midiamax Publicado em 07/01/2015, às 12h17

None

Ministério Público converteu em inquérito civil o procedimento preparatório que havia sobre o caso

Suposta irregularidade no Hospital Universitário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) resultou em abertura de inquérito civil por parte do MPE-MS (Ministério Público Estadual em Mato Grosso do Sul).

O objetivo do inquérito é apurar eventual irregularidade na acumulação de cargos no HU e na Sesau, de acordo com o Diário Oficial do MPE, desta quarta-feira (7).

Sobre esta demanda, o MPE havia instaurado procedimento preparatório. Ou seja, possivelmente foram encontrados indícios fortes de irregularidade, por meio de dados preliminares, obtidos durante a fase do procedimento preparatório, que resultaram na propositura de inquérito civil.

Jornal Midiamax