Governo convoca para perícia e posse aprovados em concurso da Sefaz

Convocação está no Diário Oficial do Estado
| 29/07/2015
- 16:16
Governo convoca para perícia e posse aprovados em concurso da Sefaz

Convocação está no Diário Oficial do Estado

Os aprovados do concurso da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) são convocados para a perícia médica e posse. Em 2013, um dos concursos da pasta estadual foi um dos mais polêmicos e marcados por denúncias da gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB).

O edital de convocação para a perícia e posse está publicado no Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira (29). O exame médico está marcado para 6 de agosto, a partir das 13 horas, na Funsau (Fundação Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul) e a posse 18 de agosto, no caso dos aprovados para auditor fiscal da receita estadual e fiscal tributário. Aprovados para fiscal tributário estadual faz o exame em 10 de agosto, a partir das 13 horas, e a posse no dia 18 de agosto, a partir das 8 horas.

A relação dos candidatos que devem ser convocados está publicada no Diário Oficial do Estado, desta quarta-feira (29), a partir da página 4, bem como a relação dos documentos necessários para homologação das fases do concurso.

Denúncias

Entra as denúncias, à época do concurso, estão o vazamento da prova, que foi levada em pen drive não lacrado para a gráfica; a denúncia do professor Deodato Neto, que foi procurado por André Luiz Pereira da Silva (procurador jurídico da Câmara Municipal de Campo Grande e ex-cunhado do secretário adjunto da Sefaz-MS, André Luiz Cance) com uma questão que caiu exatamente igual na prova; e até o cancelamento da realização do concurso após o ex-presidente da OAB seccional Mato Grosso do Sul, Leonardo Avelino Duarte, que era um dos elaboradores da prova, ter sua prima Larissa Mamede Duarte, como uma das concorrentes.

A presença de extensa lista de candidatos com sobrenomes famosos no primeiro escalão do governo estadual aumentam as dúvidas sobre a lisura do processo.

Dezenas de funcionários da Sefaz e Secretaria de Estado de Administração (SAD), além de seus parentes, concorreram as vagas do concurso, a ser elaborado, impresso e corrigido dentro dos órgãos onde eles já atuam, muitos como chefes, inclusive.

Veja também

Últimas notícias