Política / Transparência

Empreiteira ganha segundo contrato de manutenção de estradas em MS

Contratos da Campoterra já somam R$ 16,7 milhões

Evelin Cáceres Publicado em 11/08/2015, às 11h57

None
estrada.jpg

Contratos da Campoterra já somam R$ 16,7 milhões

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio de contratos firmados pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) vai pagar mais R$ 8,1 milhões para a Empreiteira Campoterra Construções Ltda. Desta vez, para manutenção em Naviraí, segundo publicação do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (11). A Campoterra fará a manutenção das estradas da 7ª residência regional e também ganhou a licitação para manutenção das estradas da residência regional em Miranda, ao custo de R$ 8,6 milhões. Também foi divulgado no diário desta terça o contrato com a HL Construtora, para manutenção de estradas da 2ª residência regional, em Dourados, ao custo de R$ 9.120.456,32. Ao todo, foram publicados R$ 17.258.771,79 para as duas construtoras fazerem a manutenção. O governo de Mato Grosso do Sul assinou um total de R$ 155 milhões em contratos com 17 empreiteiras que tocarão obras em rodovias estaduais. Entre as contratadas está a LD Construções, uma das investigadas na Operação Lama Asfáltica. As empresas vencedoras das licitações foram: Usimix, para a região de Rio Negro; Construtora Vale Velho, região de Bela Vista; Sete Engenharia Eirelli, nas rodovias da regional de Camapuã; Pactual Construção, em Costa Rica; Gradual Engenharia e Consultoria, em Maracaju; C.G. 2000, região de Jardim; Juha Engenharia, em Amambai; GMB Engenharia, em Coxim; Terrasat Engenharia e Agrimensua Eirelli, na região de Nova Andradina; R. R. Ceni, Corumbá; Campoterra Construtora, Naviraí e Miranda; Avance Construtora Eirelli, em Paranaíba; Galassi Engenharia, Ponta Porã; Engenharia e Comércio Bandeirantes, Três Lagoas; LD Construções, região B de Dourados; H.L. Construtora, Dourados A e Transenge Engenharia, em Campo Grande.

Jornal Midiamax