Política / Transparência

Cade marca julgamento da Servan por infração a ordem econômica em MS

Julgamento acontece no próximo dia 19

Evelin Cáceres Publicado em 13/08/2015, às 12h21

None
servan.jpg

Julgamento acontece no próximo dia 19

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) deve julgar no próximo dia 19 de agosto a representação do MPF (Ministério Público Federal) contra a Servan Anestesiologia e Tratamento da Dor de Campo Grande, segundo publicação do Diário Oficial da União desta quinta-feira (13).

No ano passado, a Polícia Federal indiciou oito diretores e ex-diretores da Servan Anestesiologia e Tratamento de Dor, em Campo Grande, por formação de cartel. Segundo o superintendente da PF em Mato Grosso do Sul, Edgar Marcon, a empresa usava uma tabela, chamada CBHPM, criada pelos próprios médicos, para fazer a cobrança em valores considerados abusivos.

A investigação do caso começou em 2009, quando a Polícia constatou que somente médicos associados à empresa Servan conseguem trabalhar na cidade como anestesista, seja em hospitais públicos ou particulares.

Com isso, o MPF apresentou denúncia de formação de cartel. Em fevereiro do ano passado, o Cade recomendou a condenação da Servan por infração contra a ordem econômica, que será julgado no próximo dia 19. 

Jornal Midiamax