O status do WhatsApp é mais uma jogada que deixa o aplicativo de mensagens preferido dos brasileiros mais parecido com as redes sociais. Enquanto ganha popularidade, o recurso vira terror dos distraídos. Na madrugada desta segunda-feira (3), um político de Campo Grande acabou postando o que não queria.

Para quem viu, e printou, apareceram no status do WhatsApp do político fotos que revelaram como a noite foi quente. Assim, a página de um garoto de programa que atende na região do bairro Centenário acabou ganhando publicidade na lista de amigos do político que já foi secretário.

No passado do senhor estão participações em trapalhadas palacianas que viraram até caso de polícia com suspeitas de abuso sexual, aliciamento e muita promiscuidade.

Os mais curiosos abriram o link sugerido no status do WhatsApp do político e deram de cara com cenas picantes. Como o sujeito é ferrenho defensor da moral e dos bons costumes, apagou tudo antes das 6 horas da manhã.

Gafes no status do WhatsApp: cada vez mais comuns

Segundo a Meta, dona do Facebook e do Instagram, que também comprou o WhatsApp, é possível usar o Status no aplicativo de mensagens instantâneas para compartilhar fotos e vídeos que somem depois de 24 horas.

No entanto, como o recurso não deixa os conteúdos tão expostos e é possível escolher quem pode ver cada postagem, muitos passaram a usar para compartilhar conteúdos reservados nos moldes do antigo Snapchat.

Foi o suficiente para nudes inundarem os status do WhatsApp dos mais empolgados e distraídos. Várias imagens que seriam compartilhadas com apenas um contato acabaram caindo na aba das Atualizações do app por engano dos usuários.

Quem pode ver meus status do WhatsApp?

Para receber as atualizações de status de alguém, e para que as suas sejam exibidas para algum contato, você e essa pessoa precisam ter os números de telefones do outro salvo na agenda do celular. Além disso, segundo a Meta ensina, é possível selecionar apenas alguns contatos (ou algum) para ver o que você postar no status.

Sabe de algo que o público precisa saber? Fala pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

E você pode ficar tranquilo, porque nós garantimos total sigilo da fonte, conforme a Constituição Brasileira.

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.