Maridão

Casada com membro de órgão onde postura ilibada deveria ser regra, servidora é suspeita de usar e abusar do dedo de ouro do marido. Tem conseguido nomeações que melhoram o salário por onde o casal passa, pulando entre esferas do poder conforme as transferências do maridão. As coincidências constrangem quem trabalha junto com o esposo. […]
| 07/03/2019
- 12:06
Maridão

Casada com membro de órgão onde postura ilibada deveria ser regra, servidora é suspeita de usar e abusar do dedo de ouro do marido. Tem conseguido nomeações que melhoram o salário por onde o casal passa, pulando entre esferas do poder conforme as transferências do maridão. As coincidências constrangem quem trabalha junto com o esposo. No entanto, mesmo ocupando função estratégica, justamente no combate aos desvios éticos no trato com a gestão pública, ele parece pouco preocupado…

Veja também

Medo de exposição e até esposas mais atentas estariam prejudicando mercado da prostituição nos órgãos públicos

Últimas notícias