Política / Pimenta

Deserto

Apesar de não haver recesso pra repartições públicas nesse fim de ano, principalmente nos dias entre o Natal e o Ano Novo, o que mais se vê em alguns órgãos são chefes ausentes. Mesas vazias, decisões importantes pra depois e servidores frustrados, é assim que funciona na prática.

Da Redação Publicado em 27/12/2019, às 10h00 - Atualizado às 10h10