Política / Justiça

TJ-MS reforça segurança em prédio do fórum em Ponta Porã

Frente do fórum será monitorada por segurança militar

Celso Bejarano Publicado em 07/06/2017, às 19h07

None

Frente do fórum será monitorada por segurança militar

Semana passada, no prédio do Fórum de Ponta Porã foram instalados quatro postos de vigilância: um na entrada do prédio, outro na entrada de acesso do plenário do Tribunal do Júri, uma na garagem dos juízes e a quarta no estacionamento dos servidores.

A medida imposta é parte da Comissão Permanente de Segurança Institucional, criada em julho de 2010.

De acordo com a assessoria de imprensa do TJ-MS, a partir do dia 3 de julho será instalado o controle de portaria, como o já existente na sede do Tribunal de Justiça, em Campo Grande, quando as pessoas serão cadastradas e informarão aos atendentes em quais locais pretendem ir, para que esses confirmem a informação.

Em um curto espaço de tempo, a intenção é confeccionar crachás novos, padronizados, garantindo à população que frequenta o local em busca de justiça a identificação de quem faz o atendimento. E mais: serão instalados também portais eletrônicos nas entradas do prédio, permitindo a detecção de metal, pois, por ser região de fronteira, muitas pessoas carregam armas.

Ainda segundo a assessoria, o coronel da Polícia Militar, Geraldo Garcia Orti, assessor militar do TJMS, que acompanha de perto todas as alterações, as mudanças na comarca de Ponta Porã foram muito bem recebidas, tanto por servidores quanto por juízes, que passaram a se sentir mais seguros. 

Na maioria dos Fóruns policiais militares trabalham durante o expediente para garantir a segurança aos que transitam pelos prédios.

A intenção da assessoria militar do TJMS, é montar um polo de instrução para que os PMs que atuam junto ao Judiciário sejam treinados visando os aspectos de segurança das autoridades. Existe ainda um projeto para se aumentar o efetivo de policiais.

No Tribunal de Justiça, desde 2015 foram instaladas portas giratórias nas entradas e por elas não passa nenhum objeto metálico maior que um relógio.

Nestas mesmas entradas foram instalados recentemente alguns armários com chaves, permitindo que as pessoas que procuram a justiça guardem seus pertences e retirem-nos ao deixar o prédio. Para os policiais que precisam adentrar ao tribunal e estiverem portando armas a serem utilizadas em serviço, os armários foram disponibilizados na Assessoria Militar, com as devidas chaves.

Nas cancelas/guaritas de acesso ao prédio do Tribunal de Justiça, seguranças terceirizados executam os procedimentos de segurança ao permitir que somente carros autorizados utilizem os estacionamentos. 

As medidas de precaução foram expandidas para o Fórum Heitor de Medeiros, para o Centro Integrado de Justiça (Cijus) e os sistemas de detecção de metais já funcionam, além de Campo Grande, nas comarcas de Dourados, Coxim e Miranda. (com informações da assessoria do TJ-MS)

Jornal Midiamax