Política / Justiça

Justiça do trabalho realiza semana nacional de execução

A Justiça do Trabalho realiza entre os dias 22 e 26 de setembro a 4ª Semana Nacional da Execução Trabalhista. Essa iniciativa retrata um mutirão que envolve os 24 Tribunais Regionais do Trabalho e todas as Varas do Trabalho do país, com apoio do TST (Tribunal Superior do Trabalho) e do CSJT (Conselho Superior da […]

Arquivo Publicado em 17/09/2014, às 21h06

None

A Justiça do Trabalho realiza entre os dias 22 e 26 de setembro a 4ª Semana Nacional da Execução Trabalhista. Essa iniciativa retrata um mutirão que envolve os 24 Tribunais Regionais do Trabalho e todas as Varas do Trabalho do país, com apoio do TST (Tribunal Superior do Trabalho) e do CSJT (Conselho Superior da Justiça do Trabalho), para concentrar suas ações na execução, fase do processo onde o devedor é compelido a pagar ao trabalhador os direitos reconhecidos na decisão judicial.

Atualmente, há cerca de 2,1 milhões de processos em fase de execução na Justiça trabalhista brasileira. De acordo com o presidente do TST e do CSJT, ministro Barros Levenhagen, a Semana Nacional da Execução tem grande importância, pois representa um esforço conjunto de todo o Judiciário do Trabalho para aprimorar a fase executória em processos de todo o país. “Nossa principal missão no exercício da Presidência do TST e do CSJT, no que diz respeito à execução, tem sido ressaltar aos magistrados a verdadeira importância desta fase processual, que é a que possibilita ao trabalhador usufruir dos direitos reconhecidos em sentença”, explica o presidente.

No ano passado, a Semana Nacional de Execução resultou em um pagamento total de R$ 647 milhões em dívidas trabalhistas, atendendo 49.165 pessoas. Foram realizados 937 leilões e 23.824 audiências que resultaram em 10.381 acordos.

A Justiça do Trabalho sul-mato-grossense realizou 920 audiências, 242 em fase de execução que renderam 119 acordos com um valor total de R$ 2.721.050,12. Foram apregoados em leilão 163 bens, arrecadando R$ 1.200.00,00.

Jornal Midiamax