Política / Justiça

Ministra da Justiça da Itália sofre pressão para renunciar

A ministra da Justiça da Itália, Anna Maria Cancellieri, sofreu neste sábado pressões por sua renúncia devido a acusações de que ela teria usado sua influência para tirar da prisão a filha doente de um ex-magnata de seguros. A perda da influente ministra pode desestabilizar ainda mais a frágil coalizão esquerda-direita do primeiro-ministro Enrico Letta, […]

Arquivo Publicado em 02/11/2013, às 18h40

None

A ministra da Justiça da Itália, Anna Maria Cancellieri, sofreu neste sábado pressões por sua renúncia devido a acusações de que ela teria usado sua influência para tirar da prisão a filha doente de um ex-magnata de seguros.


A perda da influente ministra pode desestabilizar ainda mais a frágil coalizão esquerda-direita do primeiro-ministro Enrico Letta, que já vem sendo pressionada antes da votação para excluir o líder de centro-direita Silvio Berlusconi do parlamento ainda neste mês diante de sua condenação por fraude tributária.


Anna recusou os pedidos de renúncia, dizendo que interveio apenas em função da preocupação com a saúde da filha mais velha do ex-magnata de seguros Salvatore Ligresti, Giulia Ligresti, e que ela faria o mesmo por dezenas de outros.


“Tinha a obrigação de fazer o que fiz por uma pessoa que sofre de anorexia que não havia comido por dias e que tem filhos jovens”, disse ela a jornalistas após pronunciar-se no congresso do Partido Radical em Chianciano Terme, Itália, neste sábado.

Jornal Midiamax