Política / Justiça

Ministério da Justiça reclassifica programas televisivos

O Ministério da Justiça reclassificou, em dezembro, a novela Malhação, da rede Globo. A obra tinha classificação “Livre” e passa a ser “Não recomendada para menores de 10 anos”. A mudança se deve ao conteúdo sexual e linguagem inadequada presentes na trama. A emissora já atendeu ao pedido do Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e […]

Arquivo Publicado em 22/01/2013, às 14h34

None

O Ministério da Justiça reclassificou, em dezembro, a novela Malhação, da rede Globo. A obra tinha classificação “Livre” e passa a ser “Não recomendada para menores de 10 anos”. A mudança se deve ao conteúdo sexual e linguagem inadequada presentes na trama.


A emissora já atendeu ao pedido do Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação responsável pela Classificação Indicativa.


A novela Da cor do Pecado também da Rede Globo, passou por reclassificação, antes considerada “Livre” passou a ser “Não recomendada para menores de 10 anos”. A mudança não altera o horário da novela, que continua sendo exibida no horário à tarde.


Já o programa “Infortúnio com a Funérea”, da MTV, teve indeferida sua autoclassificação de “Não recomendado para menores de 10 anos”. O Ministério, por meio da Secretaria Nacional de Justiça, reclassificou o programa para “Não recomendado para menores de 12 anos”, em razão de linguagem imprópria. O programa é um talking show em que Funérea, uma personagem de animação, conversa com convidados reais, em entrevistas inusitadas e irreverentes. O programa que já era exibido às 22horas, deixa de ser reexibido em horários antes das 20h.

Jornal Midiamax