Política / Justiça

Alex Lima é suspenso no STJD, desfalcando o Avaí contra o São Caetano

No mesmo processo, volante Da Silva, do Icasa/CE, foi suspenso em uma partida, já cumprida de forma automáticaIcasa/CE e Avaí retornam à Série B do Campeonato no próximo sábado, dia 6 de julho, mas o Avaí já saiu perdendo em relação o time cearense. Enquanto o volante Da Silva, do Icasa, foi punido em uma […]

Arquivo Publicado em 03/07/2013, às 19h15

None

No mesmo processo, volante Da Silva, do Icasa/CE, foi suspenso em uma partida, já cumprida de forma automáticaIcasa/CE e Avaí retornam à Série B do Campeonato no próximo sábado, dia 6 de julho, mas o Avaí já saiu perdendo em relação o time cearense. Enquanto o volante Da Silva, do Icasa, foi punido em uma partida, o zagueiro Alex Lima, do Avaí, perdeu o atleta por duas partidas, em Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta quarta-feira, dia 3 de julho.


O resultado deixa o zagueiro Alex Lima fora do jogo do Avaí contra o São Caetano, no Estádio Primeiro de Maio, às 16h20. O volante Da Silva fica à disposição do Icasa para a partida com o Ceará, no Romeirão, às 21h. Os jogos marcam a sétima rodada da Segundona.


O advogado Emigidio Santos apresentou prova de vídeo aos auditores em defesa ao atleta Alex Lima, do Avaí. Em seguida, fez sustentação oral. “Podemos constatar no vídeo. Ele não estava na iminência de ir para o gol. Por isso, vendo o lance e discordando da procuradoria, peço a absolvição. Foi um lance simples, sem puxão ou agarrão”.


Osvaldo Sestário, em defesa ao jogador Da Silva, do Icasa, disse que concordou com o que está na súmula, mas destacou que sua expulsão só ocorreu por conta do segundo cartão amarelo. “Foi uma falta normal de jogo. É um atleta primário. A defesa vem pedir sua absolvição, pela prática do segundo cartão amarelo”.


Entenda o caso:


No dia 31 de maio, o Icasa recebeu o Avaí no Romeirão e acabou derrotado por 4 a 3. Aos 39 minutos do segundo tempo, o Verdão do Cariri perdeu o volante Da Silva, expulso em decorrência da segunda advertência amarela, por calçar seu adversário de forma temerária.


Um minuto após a expulsão do jogador do Icasa, Cleber Santana conseguiu desempatar a partida e garantiu a vitória para o Avaí, que também perdeu um atleta. Aos dois minutos dos acréscimos finais do jogo, o zagueiro Alex Lima segurou o adversário, impedindo-o de prosseguir na disputa de bola. O jogador receber o segundo cartão amarelo e foi expulso.


Os dois jogadores responderam ao artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), acusados de “praticarem ato desleal ou hostil durante a partida”, que prevê suspensão de um a três jogos, já descontada a automática, cumprida por ambos na quarta rodada da competição.

Jornal Midiamax