Política / Justiça

Tribunal de Justiça dá posse a desembargador

Será realizada nesta quarta-feira (19), às 17 horas, no plenário do Tribunal Pleno do TJMS, a solenidade de posse do juiz Marcos José de Brito Rodrigues no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Dentre as autoridades confirmadas no evento, além do Presidente do TJMS, Des. Hildebrando Coelho Neto, estarão […]

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 11h55

None

Será realizada nesta quarta-feira (19), às 17 horas, no plenário do Tribunal Pleno do TJMS, a solenidade de posse do juiz Marcos José de Brito Rodrigues no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.


Dentre as autoridades confirmadas no evento, além do Presidente do TJMS, Des. Hildebrando Coelho Neto, estarão o Governador do Estado de MS, André Puccinelli, o Presidente da Assembleia Legislativa de MS, Deputado Jerson Domingos, o Prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, o Presidente da OAB/MS, Leonardo Avelino Duarte, e o Procurador de Justiça Sílvio César Maluf, representando a Procuradoria-Geral de Justiça.


Promoção – O magistrado foi promovido em sessão realizada no dia 5 de agosto, na qual os desembargadores do Tribunal Pleno votaram o concurso de promoção, por merecimento, para desembargador do TJMS, na vaga deixada pelo Des. Paulo Alfeu Puccinelli, que se aposentou em agosto.


O juiz Marcos José de Brito Rodrigues atua desde a segunda quinzena de abril junto à 2ª Câmara Cível e 1ª Seção Cível do TJ.


Na lista tríplice figuraram também os juízes Luiz Gonzaga Mendes Marques e Marcelo Câmara Rasslan.


Perfil – Nascido em Campo Grande e formado em Direito pela antiga FUCMT, ingressou na magistratura em dezembro de 1988 e em maio de 1989, por antiguidade, foi promovido para a Comarca de Rio Brilhante. Em agosto de 1991, por merecimento, foi promovido para a 1ª Vara de Ivinhema – comarca onde atuou também na Direção do Foro.


Em abril de 1999, o juiz foi promovido por antiguidade para judicar na 2ª Vara Criminal de Dourados. Em setembro do mesmo ano, a pedido, foi removido para o cargo de juiz auxiliar da Capital.


Em dezembro de 2000, por permuta, foi removido da 6ª Vara Cível para a 2ª Vara de Família e Sucessões de Campo Grande. Atuou também como integrante das Turmas Recursais, nos Juizados Especiais e foi diretor do Foro da Capital por duas vezes.


Em março de 2009, titularizou a Vara de Sucessões de Campo Grande e, em julho de 2010, foi designado para ser juiz auxiliar da Vice-Presidência do Tribunal de Justiça. Em maio de 2011, por designação, tornou-se juiz auxiliar da Presidência do TJMS até abril de 2012, quando passou a atuar como desembargador em substituição.


Questionado sobre as novas responsabilidades que assumirá como desembargador, ele garantiu não estranhar, pois já atua na mais alta corte da justiça de MS desde abril, como juiz convocado. “Continua tudo como antes. A intenção é trabalhar, trabalhar e trabalhar”, disse ele.

Jornal Midiamax