Política / Justiça

TJMS participa de encontro do CNJ em Goiânia nesta sexta-feira

O presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Hildebrando Coelho Neto, o diretor-geral da Escola Judicial de MS, Des. Ruy Celso Barbosa Florence, e o juiz auxiliar da presidência, Carlos Alberto Garcete, participam, nesta sexta-feira (24), do terceiro encontro promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para disseminação do Programa Valorização: juiz valorizado, justiça […]

Arquivo Publicado em 24/08/2012, às 11h52

None

O presidente do Tribunal de Justiça de MS, Des. Hildebrando Coelho Neto, o diretor-geral da Escola Judicial de MS, Des. Ruy Celso Barbosa Florence, e o juiz auxiliar da presidência, Carlos Alberto Garcete, participam, nesta sexta-feira (24), do terceiro encontro promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para disseminação do Programa Valorização: juiz valorizado, justiça completa. A edição na Região Centro-Oeste, que será realizada em Goiânia (GO), terá início às 9h30, na sede da Associação dos Magistrados de Goiás.


O Programa Valorização: juiz valorizado, justiça completa tem como objetivo central ser um instrumento de suporte ao CNJ e aos demais órgãos do Poder Judiciário para sugerir políticas públicas e demais medidas que impliquem o reconhecimento da importância do trabalho dos juízes para a sociedade e que dignifique a imagem do Judiciário junto à população e seus segmentos específicos.


Desse modo, o projeto propõe promover o engajamento dos diversos segmentos da magistratura brasileira; obter, mediante o diálogo e o debate participativo, subsídios contributivos para o desenvolvimento do programa e para a atuação do CNJ e demais órgãos do Judiciário com vistas à valorização da magistratura; contribuir para a formulação e o aprimoramento das práticas dos magistrados e dos órgãos de direção e de formação dos tribunais relativos à valorização do trabalho judicial e da figura pública dos magistrados; e contribuir para o aprimoramento do diálogo entre o Poder Judiciário e os diversos setores da sociedade.


Segundo o documento que estabelece as diretrizes do programa, ele visa estimular os tribunais, corregedorias, escolas judiciais, diretorias de comunicação e associações de magistrados a debater e ofertar sugestões de medidas ou projetos que impliquem a valorização da magistratura, que possam contribuir na definição de encaminhamentos e diretrizes de políticas próprias do CNJ, dos tribunais e das escolas judiciais.


Em outubro será realizado em Brasília (DF) o seminário final do programa. Nesse encontro serão consolidadas as principais propostas, sugestões e ideias colhidas em todos os encontros anteriores. O primeiro foi realizado em junho em Florianópolis; o segundo será também em agosto em Belo Horizonte (MG); o terceiro em Goiânia; o quarto em Recife (PE) e o quinto em Manaus (AM).

Jornal Midiamax